Como é produzido o Cimento Portland



O cimento é um pó fino, com propriedades aglomerantes ou ligantes (colantes), que endurece sob a ação de água.

Quando misturado com água, forma uma pasta. Quando misturado com água e areia ou até mesmo cal, forma a argamassa.

Na forma de concreto, torna-se uma pedra artificial, que pode ganhar formas e volumes, de acordo com as necessidades de cada obra.

Graças a essas características, o concreto é o segundo material mais consumido pela humanidade, superado apenas pela água.


A fabricação do cimento envolve as seguintes operações:


O calcário é a matéria-prima básica, contribuindo de 85 a 95% na fabricação do clínquer (*).


(*) O clínquer é o produto granulado que surge após a queima de calcário misturado com argila e pode receber adições (gesso, pozolana, fíler, calcário e escória).

A rocha calcária é extraída de jazidas com auxílio de explosivos.

Jazida de Calcário da Itambé em Campo Largo/PR


Os grandes blocos de pedra fragmentadas obtidos através da explosão são submetidos ao processo de britagem, sendo reduzidos ao tamanho de grão menor ou igual a 25 mm.





Britador e silos de Calcário da Itambé em Campo Largo/PR


Para melhorar a qualidade do clínquer, o calcário recebe algumas correções complementares de:

FILITO (argila), QUARTZITO (material arenoso) e MINÉRIO DE FERRO: este colabora com Fe2O3.


Este conjunto de materiais é enviado para moagem no moinho vertical de rolos, em proporções pré determinadas, onde se processa o início da mistura íntima, secagem e a homogeneização necessária, formando-se a farinha crua.




Depósito de calcário vindo da Jazida até a Fábrica de Cimentos Itambé em Campo Largo/PR


A farinha crua moída é calcinada até fusão incipiente, a uma temperatura de 1450º C em um forno rotativo, onde então obtém-se o clínquer.


Forno rotativo na Fábrica de Cimentos Itambé em Campo Largo/PR

Ainda incandescente, o clínquer é resfriado bruscamente e em seguida moído.

Em forma de pó, tem a característica de reagir quimicamente sob ação de água, endurecendo e adquirindo elevada resistência mecânica. Portanto, é o principal componente do cimento Portland.


Para a obtenção do cimento Portland, faz-se a moagem do clínquer com diversas adições, como o gesso (até 5%), calcário, pozolana e escória, onde assegura-se ao produto a finura e homogeneidade convenientes, de acordo com as normas da ABNT.

O processo de moagem do clínquer e de suas adições é um fator importante, pois influenciará em algumas características, como a hidratação e as resistências inicial e final do cimento.

Após estas adições, o produto está pronto para ser ensacado e distribuído.

Texto de Gustavo Lobo Fecci

Fotos tiradas em visita à fábrica de Cimentos Itambé em Colombo/PR.

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes