Prédios resistentes a terremotos


Edifício de Taiwan inclinado devido terremoto ocorrido em 06/02/2018

Como ocorrem os terremotos?

Os terremotos são formados a partir de fortes deslocamentos de placas gigantescas debaixo da terra. Quando isso ocorre, a energia que estava acumulada no local é liberada sob forma de ondas elásticas. Elas se espalham em todas as direções, fazendo a terra tremer.

Edifícios Anti-Sismos

Técnicas Construtivas - Edifícios Baixos - Paredes Resistentes ("Shear Walls")

No Chile, a técnica mais comum para reforçar a estrutura dos prédios mais baixos é usar paredes super-resistentes, chamadas de “shear walls”. Os prédios baixos chilenos resistentes à terremotos são muito rígidos e armados para suportar tremores.

Técnicas Construtivas - Edifícios Altos

Amortecedores

A técnica de paredes resistentes funciona bem para construções de poucos andares, mas em prédios muito altos, a tecnologia mais indicada é o uso de amortecedores abaixo da construção e a montagem de uma estrutura flexível, já que as “shear walls” são muito pesadas.

Entre o prédio e a fundação são colocados apoios feitos de borracha ou com amortecedores.

O terremoto e o tsunami, ocorridos em 11 de março de 2015 no Japão, provocaram danos avaliados em R$ 333 bilhões. O valor corresponde à destruição da infraestrutura, casas e imóveis comerciais do nordeste do Japão, devastado por um terremoto de magnitude 9 e um tsunami que deixaram 23 mil mortos ou desaparecidos.

O código de construção anti-terremotos japonês, um dos melhores do planeta, pode ter salvo milhões de vidas. Sendo considerado o país melhor preparado para um terremoto, ao longo dos anos o Japão tem investido bilhões de dólares desenvolvendo novas tecnologias que ajudem seus cidadãos e infraestruturas contra abalos e tsunamis.

As tecnologias de engenharia civil desenvolvidas há anos pelos japoneses para minimizar os prejuízos e mortes causados pelos desastres naturais são os motivos pelos quais muitos prédios continuam de pé no Japão.

Os prédios são concebidos como um elemento dinâmico, já que estarão sempre sujeito a movimentos em qualquer direção.

Nestes edifícios são instalados amortecedores eletrônicos, que podem ser controlados à distância. Em prédios mais simples são usados amortecedores de molas que funcionam de um jeito parecido à suspensão de veículos. Os engenheiros também colocam um material especial para amortecer as junções entre as colunas, a laje e as estruturas de aço que compõe cada andar. Esse material ajuda a dissipar a energia quando a estrutura se movimenta em direções opostas, assim o prédio não esmaga os andares intermediários.

Todos os andares possuem, além de paredes de concreto, uma estrutura de aço interna, que ajuda a suportar o peso do prédio.Esses amortecedores absorvem grande parte do impacto provocado pelos tremores. Assim probabilidade do edifício sofrer rachaduras ou abalos estruturais diminui.

Técnicas Construtivas - Edifícios Altos

Pêndulos / Contrapesos

Em empreendimentos mais ousados, como o prédio taiwanês Taipei 101, que tem 508 metros de altura, os mecanismos antissísmicos são mais futuristas.

Nessa construção, a segunda mais alta do mundo, um pêndulo de 660 toneladas instalado entre o 87º e o 92º andar é controlado eletronicamente para compensar as oscilações causadas pelo vento ou por tremores.

Este contrapeso enorme é movido no sentido contrário das vibrações.

Técnicas Construtivas - Janelas

Custo Alto

O custo para tecnologia anti-sísmica não é das mais baratas, pelo contrário, custam muito caro mas não tão caro quanto reconstruir estruturas completamente abaladas pelo terremoto. O valor torna-se imensuravelmente mais barato quando se trata de salvar vidas.

Abaixo alguns vídeos interessantes a respeito de tecnologia anti-sísmica:

2 vídeos sobre a construção dos amortecedores de pilares (em espanhol)

Vídeo sobre o pêndulo anti-sismos do Edifício Taipei 101

A Fecci Engenharia investe constantemente em treinamento e atualização em todos os aspectos da Engenharia, seja de tecnologia, atualizações normativas, novos materiais ou procedimentos.

Visite nosso website (www.fecciengenharia.com) e se mantenha informado a respeito das novas tecnologias, procedimentos e curiosidades da tão amada Engenharia!

#edifícioantisismos #prédiosantisismos #terremotos #fecciengenharia #shearwalls #amortecedoresedifícios #pêndulotaipei101

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes